quarta-feira, setembro 26, 2012

Música sublime,vida ao coração.

Em tempos de primavera as flores só cantavam a esperança.E era essa esperança tão sublime que ardia no peito daquele grupo de jovens que um dia desafiando todas as dificuldades a maior delas a falta de experiência na música, resolveram se reunir para inventar uma nova forma de canção.Umas canções tão bonitas e tão simplórias que alardeavam a vida e a história de Jesus nos mais variados templos e nas praças públicas onde levar a esperança para os cativos era como mover uma enorme locomotiva em busca de corações que quisessem cantar seus sentimentos ao som de instrumentos que os faziam vibrar de tamanha felicidade.Mas na verdade os instrumentos eram eles mesmos que mesmo quando lhes faltava fôlego para mover  essa locomotiva,se revestiam do prazer de empurra-la e alcançar a velocidade necessária para chegar ao seu destino que era o interior de cada um onde os seus integrantes almejavam mais um milagre.

 Cimara Farias

 E era a esperança um tanto tímida que ardia no peito daquele grupo de jovens que,mesmo sem muita experiência na música, surgia no auge do ano de dois mil e um apresentando ao público evangélico uma nova forma de canção.E cantando aquilo que estava na alma, superando muitos obstáculos, em tão pouco tempo ganhou espaço entre alguns grupos que surgiam com o nome de “banda Esdras”. Uma banda que tinha em seu núcleo como vocalistas os cantores:Jorge de Jesus e Cimara Farias, ambos também compositores em uma nova época.A época de se dividir entre várias caravanas para cantar a esperança em diversos templos; tornando-se referência para muitos jovens que então ao som da música tão sublime daqueles outros jovens,se sentiam impulsionados a louvar a Deus.E foi aquela seiva de esperança, a forma tão sublime de cantar aquilo que estava na alma; responsável pela realização de um sonho.Um sonho que contagiou a todos nós que, impregnados por aquela música tão diferente, vimos chegar em nossas mãos o CD“Me falaram de Jesus!”Cuja intérprete era nada mais, nada menos que Cimara Farias.



Uma voz ainda tão tímida porém sublime e tão cheia de ternura que mesmo com o passar do tempo ainda nos dá prazer em ouvir.E aquela que tanto propagou a esperança com a sutileza da voz,  até pode ter dado uma pausa em sua carreira,mas os grandes momentos vividos por muitos, tendo sua música como reflexos de amor e esperança,certamente ficaram gravados na memória daqueles que ainda ouvindo suas composições nas quais ela é a maior intérprete,ainda perguntam:Por onde anda Cimara?

Veja também:



0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.