quarta-feira, outubro 17, 2012

O olhar do poeta

Ser poeta é ter um olhar diferente,é assumir o papel de amigo e estar sempre lapidando corações.Ser poeta não é simplesmente escrever versos e poesias de amor,mas saber transformar as palavras também em gestos bonitos que possam desanuviar as densas nuvens da vida de um sofredor.Ser poeta é doar-se a alguém sem pleitear um troféu.É cuidar do mundo plantando nele a melhor semente e isso tudo um dia o meu amigo me ensinou…



 O olhar do poeta


Ele era um poeta
tão cheio de amor
os seus olhos serenos
calavam a dor...
A dor do coração
a ferida da alma
pois o olhar do poeta
de tão meigo que era
trazia primavera
a qualquer pecador.
Ele era um poeta
que amava o pecador
que cultivava o amor
com imenso carinho
arrancando o espinho
que feria o coração
e a mais cruenta dor
transformava em flor
a exalar gratidão.
Ah!Como sinto saudade
daquela nobre amizade
daquele jeito de amar
daqueles olhos serenos
daquele tão meigo olhar
daqueles toques amenos
que fazia o amor brotar...
Saudade daquele poeta
que pessoalmente não conheci
mas que após dois mil anos
de ouvi falar escolhi.
E como eu queria que o agora
fosse como o outrora
para poder me inspirar
naqueles olhos serenos
naqueles toques amenos
que fazia a flor exalar
pois...
A vida seria só quimeras
repleta de primaveras
tão cheia de gratidão
porque o mais tenro botão
se abriria em linda flor
a exalar o amor
a aspergir densa luz
a perfumar o poeta
cujo nome era Jesus!


Tony Caroll.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.