quarta-feira, novembro 14, 2012

Um adeus a você.

Muitas das vezes é preciso rasgar o peito e mesmo sem querer,apagar as marcas de um grande amor pois,amor que se dá e nada recebe nunca deixará de existir enquanto estiver sendo cultivado mas nunca alimentado pelo desejo que sente.E um amor enclausurado dentro do peito,só deixa o coração sem possibilidades de amar novamente.




 Um adeus a você

Adeus ao beijo que eu quis, e ao meu sonho de ser feliz.
Adeus ao anseio de minha boca, e a essa paixão quase louca.
Adeus ao nosso primeiro momento; que transformou-se em lamento.
Adeus ao desejo que eu tive, e a sede que não contive.
Adeus ao meu querer de um abraço; que ensaiou o embaraço.
Adeus a esse tom de saudade, que sufocou minha felicidade.
Adeus aos anseios de meu peito, a esse caso meio sem jeito.
Adeus a essa anônima pessoa, que nas asas de meu sonho voa.
Adeus a minha Campainha interior que toca e com barulho só me sufoca.
Adeus à pessoa que amei, ao sonho que desejei e nunca experimentei.
Adeus a esse sonho de rosto tão bonito, que se perdeu no infinito.
Adeus a esses dia passados, e aos momentos idealizados.
Adeus aos instantes vividos, nunca publicados, de um amor proibido.

Tony Caroll.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.