sexta-feira, dezembro 21, 2012

Teatro Criativo.

O porquê e de que forma deve-se fazer e encarar o teatro dentro das igrejas?
O teatro é uma forma de comunicação entre os homens. Segundo Augusto Boal as formas teatrais não se desenvolvem de maneira autôma; antes respondem as necessidades sociais bem determinadas e, a momentos precisos sempre. Tanto s fatos isolados, como episódios de pequenas e grandes dimensões. Assim concluímos que: ”O espetáculo se faz para o espectador.”.


 ●O teatro deve encontrar suas próprias formas teatrais, isso sem precisar de tutela.
●O teatro é para todos e não para uma classe dominante como já se tentou incutir na cabeça das pessoas.
●Fazer teatro já é um ato revolucionário, sem precisar de formas revolucionárias.
O que oferecer a Deus e ao público evangélico?
Assim sendo, os evangélicos não precisam fugir de certos conceitos teatrais excluindo de sua pauta muitos autores, pois, fazer teatro dentro da igreja é como encarar uma aula de matemática onde todos os métodos e exercícios são muito importantes.
Durante algumas vezes em que ministrei aulas e dirigi grupos evangélicos ouvi sem nenhuma satisfação a frase: Ah, mas é para Deus!
Então para Deus qualquer coisa serve?Pense bem... Se o mundo lá fora se esforça tanto para dar o melhor ao seu público então porque dar “qualquer coisa” como gratidão a aquele que um dia deu a sua vida por nós?E se temos um desejo ardente de ganhar almas, como mostrar o evangelho de forma tão relapsa?Não precisamos desprezar as formas teatrais excluindo métodos tão importantes e criar uma revolução inibindo as pessoas de certas teorias e práticas que precisam ser executadas dentro de quaisquer grupos que desejam mostrar alguma coisa.
Tony Caroll.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.