Postagem em destaque

Quanto vale a minha vida?

 Quanto vale a minha vida?Você já fez uma avaliação sobre isso?Questionamos o valor de tantas coisas materiais e brigamos acirradamente...

domingo, abril 21, 2013

Dulcelina.Um Anjo Bom Numa Casa Velha


Terceira Página
Eu estava meio que arrependido e sentindo um certo remorso por no auge de minha inspiração ter transformado a doce Dulcelina naquela víbora de amor de pecado e precisava me redimir da violência que tinha cometido com alguém que na verdade era mesmo dócil, meiga, sublime e que em nenhum momento caía em contradição revelando um outro lado.A verdadeira Dulcelina era aquela mesma tão frágil,tão pura,tão rica de nobres sentimentos e não merecia ser imaginada de uma outra forma.Precisava ser
 mostrada em seu original e de forma muito natural.
Dulcelina Saudade

Dulcelina já era uma imagem muito presente nas páginas de minha literatura e que gerava certos conflitos dentro de mim na minha  infinita busca pela sua essência.
Eu precisava escrever mais sobre ela talvez para me redimir ou quem sabe por ter descoberto naquele emaranhado de sentimentos mais alguma coisa que queria aflorar.Por uma ou outra razão só havia uma forma de fazê-lo:Escrever uma outra história.
E assim nasceu Raquel de casa velha uma moça frágil , inocente e tão pura de sentimentos que vivia isolada do resto do mundo em um recanto qualquer escrevendo.Era uma vida muito solitária que sabia transformar a sua solidão nos sonhos de encontrar um grande amor.Raquel na verdade era uma escritora que vivia no anonimato e escrevia a sua própria história.Um folhetim tão lindo e encantador,algo que tratava a saudade de forma tão nobre e tão bonita e enobrecia  o amor puro e verdadeiro de uma moça livre e sonhadora por um rapaz tão puro e romântico aprisionado por um pecado.
Eu me sentia muito feliz pois pelas mãos de Raquel havia devolvido a Dulcelina a sua verdadeira essência e com isso me sentia perdoado por tê-la imaginado de uma outra forma.É claro que tudo isso era apenas considerações que esculpia Dulcelina nas páginas de minha literatura.Mesmo assim ao concluir mais essa história me senti um tanto frustrado pois pela primeira vez eu matava dois personagens que amava tanto dando a eles a possibilidade de serem felizes para sempre numa outra dimensão.Enquanto aqui eu ficava a sentir saudades.

Tony Caroll.

Em referência ao texto “Casa Velha”.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.

- See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2013/11/botoes-flutuantes-compartilhamento-addthis-vertical.html#sthash.tWry0QzJ.dpuf