sexta-feira, agosto 09, 2013

Afinal O que foi a noite das mal dormidas?

Um grande espetáculo de Neils Petersen encenado por diversos   grupos teatrais e apresentado inúmeras vezes nos mais variados espaços  e que tem se consumado ao longo do tempo sem nunca envelhecer.De vez em quando alguma cia lança mão do texto e cria um novo espetáculo cheio de novas nuances.Mas o que teria  noite das mal dormidas para chamar tanta atenção de alguns elencos e diretores?


 O que sei é que há um segredo no texto que dá ao ator a oportunidade de gerar essa cumplicidade entre ele e o seu público.É como se os personagens mandassem recados  a plateia e ela respondesse de imediato,como se o teor do espetáculo fosse uma troca de idéias onde tanto ator quanto  o espectador se sentissem na responsabilidade de um fazer graça para o outro rir e aplaudir.Não sei se isso acontece hoje em dia pois cada espetáculo tem o dedo e a alma do seu diretor mas na década de noventa os atores não permaneciam em seus camarins a espera do seu público e sim surgiam caracterizados na entrada do teatro para recebê-lo.Acho que o espetáculo começava ali mesmo quando de forma bem descontraída os atores realizavam o trabalho de entreter as pessoas com um improviso bem inteligente fazendo com que cada espectador que chegasse se sentisse mais um personagem do espetáculo que seria apresentado.Era tudo meio mágico pois atores e espectadores se portavam como velhos conhecidos e se havia um ou outro meio tolhido por certa timidez logo se sentia tão a vontade e envolvido por aquele  clima propositalmente descontraído.


Talvez essa seja uma boa receita para alguns atores ou certos grupos que ainda não pensaram em destruir o terrível ritual de todos os dias que é o antagonismo que gera desinteresse no espectador e frustração entre os atores.Isso muitas das vezes é o motivo do fim de alguns grupos e de atores que se depreciam sem inspiração por falta de bons exercícios que possam gerar essa cumplicidade.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.