Postagem em destaque

Quanto vale a minha vida?

 Quanto vale a minha vida?Você já fez uma avaliação sobre isso?Questionamos o valor de tantas coisas materiais e brigamos acirradamente...

domingo, fevereiro 09, 2014

Um jardim de inverno criado por Zélia Gattai

Para quem conheceu a obra de Zélia Gattai apenas por meio da rede globo quando fez a adaptação de "anarquistas graças a Deus" e gostou,dou a sugestão para que conheçam outras através de leitura,em especial Jardim de invernoA qual conta cinco anos de uma história magnífica vivida no exílio e escrita com total maestria por alguém que sabia cativar ao escrever.Estou me referindo a ela,a própria Zélia,que não fora simplesmente a esposa de Jorge Amado,mas também uma grande escritora brasileira.Uma mulher cheia de glamour que sabia escrever com humildade,de forma sublime e tão cheia de graça onde também era sempre personagem. 

zelia-gattai-jardim-de-inverno

Na obra de Zélia nota-se o zelo em cada detalhe,onde os pormenores são tratados de forma tão grandiosa,e saltam cheios de encanto diante dos nossos olhos,tornando a leitura de jardim de inverno muito prazerosa.A riqueza desta obra completa-se pelos seus personagens,os quais não foram criados pela brilhante escritora,mas sim conviveram com ela o dia a dia,onde Zélia com muita propriedade conseguiu absorver e traduzir as nuances de cada um de forma muito louvável.O elegante em Zélia Gattai é que além de contar tantas coisas,ela nos faz também conhecer parte da história do Brasil e do mundo através de uma auto biografia tão bem escrita e tão cheia de fascínio.Tenho conhecimento de que duas de suas obras já foram adaptadas para o teatro em Viçosa Mg e isso é uma ideia para os grupos de teatro que buscam boas histórias para encenar.E a adaptação de jardim de inverno nos  palcos nunca será prejuízo para os diretores mais ousados que não hesitam em arriscar coisas novas.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.

- See more at: http://blogsdesucessos.blogspot.com.br/2013/11/botoes-flutuantes-compartilhamento-addthis-vertical.html#sthash.tWry0QzJ.dpuf