quarta-feira, novembro 07, 2012

Como e porque publicar-se?Novos exercícios.

Uma forma de obter um bom desempenho do ator e ao mesmo tempo fazê-lo tomar gosto pelo teatro além de sentir um prazer imenso é encadear vários exercícios em um só. Pela nossa experiência pude me sentir gratificado muitas vezes quando vários dos meus alunos compararam as minhas aulas a uma academia de ginástica, devido aos exercícios em movimento constante que não os deixavam parar por muito tempo durante o processo de aprendizagem.
Publicar-se 
Aqui está uma excelente dica: Podemos trabalhar vários tópicos com alguns exercícios dentro do mesmo ciclo sem a nescessidade de parar para algum descanso.Isso gera no grupo de atores uma energia positiva,deixando-os impulsionados a produzir muito mais.Assim podemos trabalhar dentro de um mesmo exercício:As partes adormecidas de cada um,a quebra de rituais,um pouco de fé cênica e alguma introdução à quebra de repressão.Tudo isso desta maneira:1-Ao som de uma música suave e um pouco enfadonha, os atores devem caminhar livremente pelo espaço, sob a narração precisa do encenador.2-O encenador observando a concentração dos atores e percebendo a falta de concentração de alguns, vai informando a todos o peso real do corpo de cada um. Ele começa fazendo com que acreditem que cada parte do corpo pesa bastante e vai atribuindo mais peso até chegar toneladas. Quando os olhos já pesam o suficiente para que os atores não consigam mais segurá-los, ele passa a narrar o peso de uma outra parte do corpo e assim sucessivamente.O resultado será todos sem forças nenhuma caídos ao chão sem a possibilidade de moverem-se.3-O encenador então faz o caminho de volta, informando aos atores a libertação do peso de cada parte do corpo dos atores, que acreditando em tudo o que lhe é informado, aos poucos vão ganhando leveza e a sensação de liberdade.4-Quando todos já estão livres de todo peso real do corpo e caminhando naturalmente sobre o espaço;o encenador então começa a contar histórias vibrantes em que todos são personagens dela e, bruscamente muda a música enfadonha por uma outra bem movimentada dando a todos a sugestão para se entregarem a uma algazarra.O resultado sempre será sempre uma grande algazarra onde todos cheios de alegria dançam, sorriem se abraçam e se confraternizam de forma muito esplendorosa.Ao final da aula é sempre bom discutir tudo como as sensações do ator, o prazer sentido e, etc. Além do encenador informar a todos o que foi trabalhado.Obs. Sempre usamos a música “Brasil” (Cazuza), mas qualquer outra nesse estilo pode ser usada para o desfecho dos exercícios.
Tony Caroll.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.