quarta-feira, setembro 26, 2012

Leonel Brizola uma estrela que ainda ilumina as páginas de nossa história!

E assim se passaram oito anos de ausência, uma ausência de brilho,de sonhos e ideais,pois,o que distingue uma estrela das demais numa grande constelação é o seu brilho raro que a torna tão evidente. O que faz um sonho se tornar gigante, é quando este sonho se abriga dentro do peito de um homem que nunca se intimida em assumir que é um verdadeiro sonhador. E o que faz um ideal ter asas, é quando este ideal tem vida dentro do coração daquele que realmente é um idealista. Assim se um idealista é feito de sonhos e se são esses sonhos que iluminam um caminho que deveria se chamar “ordem e progresso”, é claro que durante esses oito anos de ausência, faltou o brilho de Leonel Brizola para iluminar esse caminho, pois Brizola não foi um político comum, se é que em algum momento podemos chamá-los assim porque, se nas grandes passarelas coloridas de verde, amarela, azul e branca existem tantos homens com as mesmas ideias, nestas mesmas passarelas existia um homem que se diferenciava não por ideias, mas ideais.


 Leonel Brizola e os seus ideais


E um dos seus maiores ideais era ser não só mais um governante, mas também um mestre na arte de governar que tinha como objetivo se dividir em muitos para cuidar de gente, dando a essa gente, a dignidade que precisava ter. É claro que uma das coisas mais difíceis é compreender os ideais de um intelectual; não um intelectual que use um diploma qualquer apenas para ocupar um cargo em alguma escala do poder ou se tornar um vulto na história, mas um intelectual que preferia deixar o diploma de lado para cuidar de uma nação. Uma nação feita de branco, negros, pobres, velhos, índios, mestiços, analfabetos... Onde sua maior preocupação eram as crianças em um todo. Crianças que precisavam de terra fértil para plantar o futuro; crianças que no presente precisavam de médicos, dentistas, professores, pais, coordenadores, alimento, atenção e tudo aquilo que pudesse transformar os pesadelos do passado em sonhos.  E tudo isso certamente só o coração sonhador de um grande idealista podia abrigar. E assim nasceram os CIEPs, verdadeiras fábricas de sonhos, repletas de terra fértil, onde o melhor adubo era o amor... Um amor que não deveria ficar só nas palavras porque, a excelência de Brizola não ficava só nas palavras, mas sim, tornava qualquer palavra em verdade, uma verdade tão altissonante capaz de esmagar qualquer mentira nos seus mais diversos aspectos; onde o homem sonhador se tornava o grande desafiador quando o seu ideal era apenas a semente de uma grande conquista; uma semente que ele, ao longo de seus discursos fazia brotar, germinar e crescer nos corações de muitos. Os grandes palanques se tornavam minúsculos diante da grandeza do grande estadista que sabia falar e prender a atenção e a respiração daqueles que ficavam horas a ouvi-lo aspirando sonhos sem querer se desprender deles.



Infelizmente os grandes comícios se tornaram showmícios onde, os que buscam apenas o poder preferem mostrar ao público os seus artistas preferidos, em meio a shows cada vez mais orquestrados, talvez por não terem ,sonhos,ideais,propostas ou quem sabe, condições de cumpri-las mas tarde.As grandes passarelas verdes, amarelas, azuis, e brancas parece que se desbotaram e perderam as cores do patriotismo.

Os ideais se tornaram apenas ideias que logo são esquecidas.

 Leonel Brizola foi o presidente que o Brasil não teve o privilégio de conhecer, mas tudo bem, se faltou ao Brasil um presidente tão apaixonado por gente, tão sonhador e tão idealista como Brizola, as páginas de nossa história sempre estarão iluminadas pelo brilho dessa estrela que nunca se apagou em seus parágrafos mais importantes.


 Os grandes idealistas no auge de seu maior espetáculo,sempre se põem de pé sobre o palco e,sozinhos aplaudem a sua grande plateia!Homenagem a uma das maiores figuras políticas de nosso tempo.Leonel Brizola 22/01/1922 - 21/06/2004.

Tony Caroll.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.Ele será muito importante para nós.